Textos para avaliação e videobook na Top Kids & Teens

Escolha um texto que for mais apropriado para a idade e sexo.

Na avaliação iremos ver como o futuro agenciado reage nas seguintes atividades: fotografia, expressão, passarela e interpretação.

Nem sempre fazemos todos esses itens, dependerá da idade e disposição em ser avaliado. Mas é importante para a agência saber para qual trabalho o futuro agenciado poderá ser indicado e onde ele poderá melhorar para aumentar suas chances de trabalho.

Atualmente essas avaliações são feitas via WhatsApp.

AJUDANTE (meninas e meninos)

Mãe, posso ajudar? Por que não? Eu sou bom na cozinha. Não faço bagunça! Podemos fazer biscoitos de chocolate? Todo mundo gosta de biscoitos.

 

DENTE (meninas)

Todo mundo na escola está perdendo os dentes e eu preciso de uma maneira legal de tirar meu dente mole! Jessica disse que usou as próprias mãos para tirar as dela, embora isso não seja muito higiênico. Mas ainda é legal! E então Gabi disse que seu pai amarrou um fio em volta do dente e a outra ponta da maçaneta de uma porta e ele bateu a porta! Perguntei à minha irmã como ela perdeu o dente e ela disse que foi ao dentista e eles arrancaram o dente. Mas isso é chato. Eu estava pensando em usar o Chico para me ajudar. O que é mais legal do que meu próprio cachorro me ajudando! Então, vou amarrar um fio no dente e amarrá-lo à coleira do Chico, depois jogarei o brinquedo favorito dele pra ele buscar! (carinha de felicidade)

(gritando) Chico! Chico! Venha aqui.

 

QUARTO (meninos)

Mãe, não é minha culpa que meu quarto esteja uma bagunça! (Pensando numa desculpa) Eu e Léo estávamos brincando, e aí a gente ouviu um barulho estranho vindo lá de fora. Aí olhamos pela janela e lá estava uma enorme nave espacial. Aí saiu da nave um alienígena verde e viscoso, com três cabeças. Aí o Léo tentou atirar nele com a sua super arma zaper, mas ele escapou! Mãe, o alienígena ficou enfurecido e desarrumou toda a minha estante, espalhou todos os livros e pegou minha caixa de brinquedos e com suas antenas longas e roxas e espalhou por todo meu quarto. Foi aí que eu tive a genial ideia de jogar meu frisbee, que bateu na terceira cabeça dele e ele saiu voando pela janela.

Nossa mãe, você deveria estar feliz por eu estar ainda vivo!

 

ESPECIAL (meninas e meninos)

Hoje chegou um garoto novo na minha sala, ele é bonito, tem o cabelo todo enroladinho e um sorriso engraçado. Agora a turma só fala dele, a professora falou que ele é especial e que temos que ajudar ele. O que eu achei mais estranho é que todo mundo usa as cadeiras da escola, mas ele não, leva a própria cadeira e nunca se levanta dela, achei ele meio preguiçoso. No intervalo perguntei o nome e ele disse que se chama Igor, perguntei porque ele era o único que tinha sua própria cadeira e ele falou que era o único que precisava dela todos os dias.

 

AMOR (meninas)

Sabe essas coisas que os adultos dizem, quando encontram o grande amor da sua vida? Que será para sempre e que não vivem mais sem aquela pessoa? Acho que estou vivendo isso. Até aquilo de o coração acelerar quando vê a pessoa. Eu vou te contar uma coisa: Eu sinto isso desde que o Léo entrou na minha sala. Sério, eu não quero mais jogar queimado na aula de educação física, nem conversar com as meninas no recreio, só quero ficar olhando aqueles olhos verdes como os adultos fazem (Suspira)

Achei o amor da minha vida.

IRMÂOZINHO (meninas)

Quando os meus pai me chamaram pra conversar, então eu pensei: O que foi que eu fiz de errado? Então eu fui procurar nos últimos dias. Eu não menti, eu não tirei nota baixa na escola, e por incrível que pareça eu não matei aula. Eu nem pedi pra dormir na casa de nenhuma amiga! Mas aí veio a bomba! Eu ia ter um irmãozinho. Quero dizer, muito pior, uma irmãzinha, pra dividir meu quarto, meus brinquedos, minha coisas e meus pais! No começo eu fiquei muito chateada. Eu até pensei em fugir de casa, mas eu só tinha 70,00 no cofrinho, que pobreza… Mas quando a Maria Gabriela nasceu enrolada na mantinha rosa que eu escolhi pra ela, aí meu coração foi crescendo e inchando cada vez mais. Um amor tão grande que nem cabia no peito. De repente, eu nem me importava com as minhas coisas, com meu quarto. Ela parecia um temaki toda enrugadinha. Como é que pode?

 

MATEMÁTICA (meninas e meninos)

Eu tava muito mal em matemática, e então a Joana, que é muito fera em matemática, se ofereceu para me ajudar a fazer os exercícios. Tinha coisa que não entrava na minha cabeça, a professora explicava, explicava e explicava, quando eu achava que tinha entendido tudo, vinha a prova, e nota baixa. A minha mãe estava muito preocupada, e eu também.

 

CORES (meninas)

Você sabe o que me incomoda? Certas cores … Azul e rosa me incomodam. Azul para meninos ou rosa para meninas, é um estereótipo. Se você é um cara, então azul estritamente, e se você é uma garota é rosa … mas e se eu não quiser pensar assim? Eu sou roxa; Eu sou amarelo, eu sou verde. Porque eu sou meu próprio tom de rosa, sou magenta. Porque eu sou meu próprio tom de azul, sou turquesa. Nós somos o nosso próprio tom de qualquer cor. Nós somos o arco-íris. Todos nós somos garotos e garotas diferentes e estereotipados não nos levam a lugar algum. Eu sou vermelho, laranja, amarelo, verde, azul e violeta. Eu sou o arco-íris, EU SOU EU.

 

SOLIDÃO (meninas)

Solidão só é bonito em vídeo clip. Deve ser por causa da mágica da iluminação, aquele efeito meio câmera lenta, porque na vida real solidão é ridícula ou deixa a gente ridícula. Tanto trabalho para ficar independente, pra descobrir que ficar independente demais é solidão. E solidão minha gente é fracassar. Sim, porque já olham te dizendo: “Nossa, Fulana é tão bonita, independente, mas tá sempre sozinha né? Depois eu pego o namorado delas e eu que sou ruim! Um dia desses eu tava lendo o jornal e a Marisa Monte tava dizendo que o importante é a gente se amar primeiro pra depois amar o outro e que a solidão pode ser bacana justamente pra isso, blá, blá, blá…

Marisa, eu te adoro, sou Tribalista desde nascença, mas é fácil falar de solidão casada com aquele gato né? Se fosse tão bom ficar sozinha, ninguém casava. Eu acho que a solidão é que junta a gente. (Pensativa) Mas e se a solidão junta a gente, o que acontece quando a gente junta e não se sente mais só? Amor?

 

 

ROUBO (meninas e meninos)

Eu não sei o que dizer. Sinto muito adianta? Mãe não me olha desse jeito, por favor. Eu não fiz por mal. Mãe, fala alguma coisa, não me olha desse jeito, por favor. Eu não fiz por mal. Mãe, fala alguma coisa. E por favor, para de me olhar desse jeito, tá me deixando com medo. Eu não sou ladrão/a, eu juro! Eu peguei o telefone porque tava de bobeira lá em cima da pia do banheiro e eu peguei só isso. Você tá exagerando. Mãe não chora, não foi tão grave assim. (Pausa) O quê? Ah não mãe, qualquer coisa, menos isso! Como é que eu vou chegar na escola e dizer que fui eu que peguei? Você não pode me obrigar a fazer isso mãe. Se você me obrigar, eu fujo de casa! Ninguém nunca mais vai ver a minha cara. Ouviu mãe?

Datas disponíveis para Agosto 15 e 29/08

Clique em “IR PARA A DATA” e busque dia 15/08.


Deixe seu comentário

4 × 4 =