Seu filho quer ser modelo masculino?

20 de outubro de 2015 0 Comments
0 Flares 0 Flares ×

Você, mamãe de um belo rapagão, já imaginou seu filhote em frente às câmeras? Sim, muito se engana quem pensa que um menino tem menos mercado de trabalho para ser modelo ou que eles só servem como “bebê Johnson”. Na verdade é justamente o contrário: por incrível que pareça há um verdadeiro “déficit” de modelos masculinos mirins – talvez por conta da nossa cultura machista que faz as pessoas acreditarem que esse tipo de trabalho é voltado apenas para mulheres – Para cada dez meninas que querem ser modelos, apenas um menino busca agências – sendo que os trabalhos são em igual número para ambos. Por isso fica muito mais fácil encaixá-los em castings do que as garotas.

O início é igual para todo mundo

Da mesma forma que para as meninas, eles também vão ter que ralar, encarar testes e também levar algumas portas na cara – afinal, ser mais fácil de conseguir não significa efetivamente que não terão outros meninos como concorrentes as vagas de modelo com você. Como em todo processo de seleção de elenco, os meninos também precisam estar de acordo com o tipo físico procurado pela produção: cara de levado, jeito de anjinho, negro, asiático ou índio. O importante é procurar uma agência séria e experiente e seguir as recomendações, porque aí todo mundo sai ganhando e ele ainda vai se divertir um bocado.

Escolha uma agência antes de preparar o material de divulgação

Fazer um bom material de divulgação, fotos e videobooks, é uma boa idéia, já que é através deles que os produtores poderão saber como ele se comporta na frente das câmeras, como é sua fotogenia, e principalmente se o tipo físico corresponde ao esperado. Mas procure uma agência antes de correr atrás dessa produção, assim não correrá o risco de ter pago à toa por um material inapropriado e que não será utilizado pela sua agência.

Ser modelo também exige preparo, por isso coloque-o em uma aula de expressão corporal ou de teatro, o que vai ajudá-lo a ter mais desenvoltura e a se expressar melhor, inclusive em relação aos pedidos dos fotógrafos. Para cada faixa etária há um tipo de curso diferente, por isso aqui a dica é seguir a orientação da própria agência.

Há vários caminhos a seguir no futuro

Com o tempo seu filhote estará cada vez mais habituado com o mundo dos holofotes e você já saberá se é isso mesmo que ele quer. Afinal, lembre-se que a partir de uma certa idade ele já sabe escolher bem se aquilo é o que faz ele feliz ou não. Você deve encorajá-lo a não desanimar diante de obstáculos e negativas, como em qualquer outro aspecto da vida. Ele ficará também cada vez mais bem preparado para escolher em que gostaria de se especializar, porque ele poderá seguir várias opções dentro da própria carreira.

Com o tempo ele poderá ser modelo de moda, modelo de comerciais para Tv, modelo fotográfico ou ainda verter pela dramaturgia em elenco de novelas, por exemplo. O caminho que seu filhão poderá seguir será definindo aos poucos, por isso quanto mais preparo ele tiver, melhor.

Seu filho vai se definir

O bom de o menino começar ainda criança é que ele também poderá definir outros aspectos em relação à profissão, Ele também acabará criando um estilo próprio em relação às roupas, sua postura corporal, sua comunicação e socialização, o que acaba influenciando um pouco na integração com amigos e escola.

Então que tal trazer seu filhote para a Top Kids e fazer uma experiência? 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×


Deixe seu comentário

4 × 1 =