Acha difícil memorizar textos? Temos dicas para você

4 de dezembro de 2015 0 Comments
0 Flares 0 Flares ×

A importância de memorizar textos para os atores

Atuar é uma profissão que abre um universo de possibilidades, e pode ser um verdadeiro exercício lúdico de integração, imaginação, criatividade e memória para as crianças. Ser ator é despertar emoções em si mesmo e no público, mas para isso é preciso que as falas sejam memorizadas de forma eficiente, para que a interpretação possa ser mais natural e interessante. E não é porque estamos falando de crianças que os papéis sejam menos importantes: da mesma forma que qualquer outro ator, ser atriz mirim pode acarretar em longas participações em papéis mais exigentes, e não é raro ver as oportunidades crescerem de acordo com a boa atuação de um ator que se mostra hábil para memorizar falas e interpretá-las com talento.

Então, que tal algumas dicas sobre como memorizar diálogos?

Na verdade as técnicas não variam muito de adultos para crianças, talvez o que seja necessário é uma dose a mais de dedicação. Vale a pena papais e mamães darem uma olhada no tipo de exercícios e incentivar o pequeno que quer ser ator a tomar algumas dicas como hábitos, já que com o tempo e a prática a memorização de diálogos será cada vez mais fácil. Uma boa idéia é testar todas as práticas para descobrir aquela com a qual o filhão tem mais afinidade e, aí sim, tornar a memorização ainda mais simples.

Procure lugares calmos e sem barulho

Se para os adultos já não é fácil, para as crianças pode ser ainda mais difícil se desligar do mundo ao redor para memorizar um texto, e ser atriz mirim requer toda a concentração possível para obter o máximo de aproveitamento. Então procure lugares calmos e tranquilos, sem muito barulho ou distrações para que ela possa focar sua atenção no diálogo.

Escreva os diálogos à mão

Essa é uma técnica bastante usada principalmente por crianças e adolescentes: reescrever os diálogos. Mas atenção, isso deve ser feito à mão, porque a tendência de prestar atenção no que está fazendo é muito maior quando a tarefa pede duas ações quase simultâneas. Enquanto escrevemos, estamos automaticamente repetindo as frases e visualizando as situações descritas.

Treine o texto gravando as falas

Cada vez é mais fácil gravar qualquer áudio, com celulares, mp3, tablets e até notebooks: então mãos à obra e ajude sua menina que quer ser atriz a treinar o texto gravando a sua própria voz. Uma das vantagens é que ela poderá checar a entonação, a dicção, e ainda prestará mais atenção nas deixas dos diálogos. Se não tiver ninguém com quem ensaiar não faz mal, grave assim mesmo, sozinha, para depois escutar em qualquer lugar: no ônibus, no metrô, na praia ou no quarto. O importante é repetir – e se ouvir.

Use palavras-chave

Essa é uma técnica simples que pede que você destaque as palavras-chave de cada trecho ou parágrafo. Elas vão ajudar a lembrar o resto do texto, basta marcar as palavras mais importantes de cada fala – aquelas que melhor descrevem o que você quer dizer naquele pedaço – com uma caneta marca-texto, e depois ler e reler o diálogo dando ênfase a elas. Com isso feito, leia apenas as palavras-chave, procurando coloca-las mentalmente onde pertencem. Lembre-se que ser ator ou atriz envolve descobrir os pontos altos e de destaque das falas e dedicar-lhes atenção especial. Descubra eles no texto e represente-os com as palavras-chave.

Agora coloque a memória fotográfica para funcionar

Ao lado de cada parágrafo, faça desenhos ou cole fotos de como você imagina a cena se desenrolando. Você pode usar uma imagem para cada palavra-chave, e depois reler tudo juntando com as imagens. Se você tem facilidade para memorizar figuras também vale usar a imaginação: crie uma imagem mental da primeira coisa que passa pela sua cabeça quando você lê o texto, assim você consegue associá-lo a uma figura e pode memorizar ainda mais rápido.

Encaixe o texto em situações reais

Se você é adolescente e quer ser ator, com certeza encontrará uma cena parecida com alguma coisa que você já viveu ou ouviu alguém contar. Então procure associar o diálogo à situação que você conhece, e imagine pessoas próximas usando as falas do roteiro em um cenário real.

Que tal inserir uma trilha sonora?

Associar cada trecho do diálogo – ou mesmo cada diálogo – a uma música que você curte também vale. Ou então crie a sua própria trilha sonora: é como quando o professor faz aquela musiquinha para você decorar a tabela periódica ou aquela fórmula química para se lembrar na hora do Enem. E não é que funciona?

Agora conte pra a gente qual dos métodos de memorização você gostou mais. Qual deles você já experimentou? Compartilhe suas ideias conosco nos comentários!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×


Deixe seu comentário

13 − treze =