7 dicas para melhorar suas fotos

26 de outubro de 2015 0 Comments

Quem tem filho ou filha aspirante a modelo mirim sabe, ou deveria saber, que as fotos de crianças em uma agência de modelos tem um período de validade muito curto: as crianças simplesmente crescem e em seis meses aquele material já não vale mais para novos trabalhos. Dependendo da faixa etária, as mudanças podem ser ainda mais rápidas, transformando completamente a aparência da menina ou menino em relação à época em que as fotos foram tiradas.

Só que as fotos são o item principal para a escolha dos modelos pelos produtores e clientes. Então se você mora longe, ou não tem condições de ir à sua agência para atualizar o material do seu filho ou sua filha, às vezes é necessário fazer esse trabalho por conta própria. Por isso separamos 7 dicas para melhorar suas fotos, assim você vai conseguir deixar o look de seus filhos sempre atualizados e prontos para serem indicados a novos trabalhos.

Como produzir um material de qualidade

A ideia é montar um material de divulgação que não se pareça com foto caseira e que tenha uma qualidade suficiente para ser adotada pela sua agência de modelos. Então é preciso seguir alguns passos para que o material reflita todo o encanto da sua filha da forma certa, dando segurança ao produtor na hora da escolha. Veja como conseguir os melhores resultados:

1. Mantenha as fotos atualizadas

Às vezes é difícil para a mamãe perceber a mudança no filhote, então a dica neste caso é usar o bom senso: tenha sempre fotos atualizadas feitas a cada seis meses, ou sempre que a menina cortar os cabelos e quando o garoto mudar o corpo por causa da natação, por exemplo. Se eles querem ser modelos, com certeza não será nenhum sacrifício tirar novas fotos com eles. Mas esqueça os momentos de família e dedique uns minutos só para esta finalidade, assim poderão caprichar mais nas produções e poses.

2. O ambiente deve ser clean

A segunda dica é fazer fotos em um ambiente limpo, ou seja, em que não haja muitas outras informações interferindo na imagem. Nada de quartos cheios de brinquedos, lugares com muitas plantas ou flores, objetos de arte e, muito menos, família em volta. Bebês e crianças até 4 anos podem ter mais opções de roupinhas e até interagir com um brinquedinho para captar mais expressões. Uma parede lisa no fundo, branca ou colorida, já dá este aspecto limpo na foto.

3. Figurino e maquiagem: aposte no básico

O básico é sempre a melhor opção. No figurino, calça jeans e camiseta é uma combinação que sempre dá certo, tanto para meninos como para meninas. Vestidos leves também costumam funcionar bem. O básico também serve para a maquiagem, que deve ser muito suave e natural. Roupas coloridas sempre combinam com as crianças, mas preste atenção para usar as cores certas, que contrastem com o tom de pele da modelo. Uma camisa amarela, por exemplo, cai bem em uma menina morena mas não traz contraste para uma modelo com pele muito clara.

4. Cuidado com a luz

A menos que você domine muito bem o flash para não estourar o branco nem fazer sombras, a pedida é apostar na luz natural. O melhor horário é no começo da manhã, do nascer do sol até por volta das 9 horas. Depois disso a luz fica muito forte e dá uma aparência de foto “chapada”. No final da tarde, após as 16h, a luminosidade volta a emprestar plasticidade às fotos, mas preste atenção pois nesse horário o sol se põe rápido e há menos tempo para a produção. Resumindo: prefira fotos sem flash, feitas no período da manhã, em ambientes naturalmente claros, de preferência com fundo branco. E nada de luz direta, apenas luminosidade.

5. Explore os melhores atributos

As fotos devem ser feitas de forma natural, sem exagero de poses ou expressões que podem acabar parecendo uma caricatura. Explore os melhores atributos da sua filha, como um sorriso bonito e sincero, que sempre conta ponto. Mas não esqueça de fazer também fotos sérias e de perfil, por exemplo, sempre de forma natural.

6. Lentes

Se seu equipamento só tiver uma lente fixa evite se aproximar muito da sua filha, pois a lente grande angular tende a distorcer o modelo deformando um pouco o rosto. Mas se você tiver um equipamento que permite o uso de um zoom de aproximação, use-o para encher a tela com o sorriso da sua pequena.

7. Não tenha medo de fazer “click”

Repita as fotos quantas vezes for necessário. Cheque o enquadramento, o foco, e faça opções em ângulos diferentes – mais baixo ou mais altos – até encontrar o melhor resultado. Se a pequena estiver cansada, dê a ela um tempinho para relaxar ou recomece no dia seguinte. Salve todas as imagens e veja com calma no computador, escolhendo só as melhores para enviar à agência, que por sua vez fará suas próprias escolhas. Peça retorno da sua agência sobre as fotos e conselhos de onde pode melhorar, assim seu material estará sempre com a melhor qualidade possível e sua filha terá mais chances de conseguir trabalhos.

Siga sempre as recomendações dadas pela agência. Descubra também como as adolescentes devem se comportar em um casting.



Deixe seu comentário

treze − 8 =